quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

mustache

Guardei a temporada de Sex and the City, os shows da Madonna e da Cher.

Estava precisando de uma referência masculina, já que só ando com viado e mulheres-beeshas. O mundo não é só Starbucks, Zara e Offer Nissim. Chega uma hora que o mundinho enche o saco. Principalmente porque existem beeshas muito sensíveis! Não se pode falar um "Não" objetivo porque fica magoadinha. Tem que enrolar, fazer rodeio... Pior que raxa.

Por isso, apesar dos roxos, adorei sair com meu amigo MHI - mais hétero impossível.
Não, minha gente, não transei com ele (é hetero e mais hétero que ele, não existe), só apanhei (calma, ele não é homofóbico!).

Foi ótemo porque pude xingar, mandar à merda, ficamos zoando muito a cara do outro. O roxo é por causa das agressões físicas como tapão na cabeça, socos no braço, paulistinhas e caneladas. Apanhei, mas bati tb!

Eu tava com a barba por fazer e ele me recomendou que eu deixasse só o bigode.
Acho que vai ficar legal. Meta pra fevereiro 2008, lógico (já que eh ralinho hahha).

2 comentários:

Trintinha disse...

Gatoooo! blz? Hummm... Estorinha diferente, essa, hein? Rssss.... Escuta, acabei de ver qeu vc postou algo sobre minha cidade... Ribeirão Preto.... ai, fiquei curioso, vou lá ler! Rsss... Beijos!

Gabi disse...

Um hetero??? Onde você achou isso???

Bom, o que importa é que só bigode, sem barba, é coisa de Village People.