segunda-feira, 5 de maio de 2008

paixões - tão desnecessárias

Calma, antes de tacarem pedras em mim, aviso que este NÃO é o relato de uma desilusão amorosa, muito menos resmungos de uma bicha amarga.

Paixão dói, sufoca o peito, deixa o coração acelerado, não conseguimos pensar em outra coisa, desperta ciúmes, possessividade... Nos deixa irracionais e aceitamos tudo, ficamos cegos. Não vemos os defeitos.

Por exemplo, o novo Ka. Estou apaixonado por ele. Por mais que as revistas falem mal, eu leio, mas nem ligo, acho que é intriga da Volkswagen.

E nem é uma paixonite nova. É o que o encontro com o ex me trouxe. E com ela, veio a ansiedade e todos os sintomas supra-citados.

O jantar foi bom? Foi.

Estávamos cheios de boas novas. Fiquei feliz de ver que TODOS os presentes que eu tinha dado estavam lá. Apesar de ele ter me dado o pé, deixei boas lembranças. E saber disso é muito gostoso.

E ele continua com os olhos grandes e bonitos. Continua bonito, mas admito que era mais quando namorava comigo. Continua com um abraço gostoso e o cheiro que me deixa louco.

Continua mandando muito bem com as mãos e... que pegada! Mas depois do sexo, quase não responde e-mails. Não me procura mais...

E a ansiedade por resposta, coração acelerado, dificuldade de concentração, vontade de ficar junto... pronto, a paixão voltou. Quando vi, já era tarde.

Mas não quero mais isso. E também vi que uma casa cheia de amigos fumando maconha não é o que eu quero pra mim. Não quero mais sentir ciúmes de tudo e de todos. Vi ali um estilo de vida que não é meu e distante do que espero e procuro.

O que eu faço com a saudade? O que faço com tudo isso, no meu peito?

Os romancistas diriam que é a razão x emoção, ou seja, a mente quer uma coisa e o coração quer outra.

Os terapeutas diriam que estou na zona de desiquilíbrio, que é a hora da mudança, mas tendo a voltar para a zona de conforto.

Os ayurvedas dizem que é um reencontro para limpar mágoas ou o contato com as fraquezas e defeitos para ter consciência deles.

Eu acredito em todos.

Também acho que isso é pra eu lembrar das coisas boas que passamos juntos, e guardar só elas. Deixar a mágoa sair...

Se eu pudesse pedir uma coisa pro Magrelo é que faça parar de doer. Nem sei se ele é o mais indicado pra isso, mas quero muito que esse bolo de emoções vá embora. Será que irão junto com as lágrimas que derramo à noite?

só quero que pare de doer...

8 comentários:

Lelê disse...

Frozen do América essa semana?

Gabi disse...

Frozen, com cobertura e farofinha!

*abraça, aperta e belisca a bunda*

hunter_sp disse...

Força, meu amigo, força!
Nada do que dissermos será suficiente e só você pode resolver isso.
Se joga no Frozen msm, ajuda!
Bjaum

marco disse...

eu poderia expor a minha teoria aqui, mas isso seria longo e demasiadamente chato. pra simplificar, um relacionamento se estrutura em um tripé: amizade, confiança e amor. cada um desses sentimentos envolve inúmeros outros e são construidos mutuamente com o objetivo de dar felicidade ao outro. e isso eu vejo em você. mas infelizmente tem pessoas que amam, mas amam pra si apenas (eita amor egoísta). e esse é o caso da maioria das pessoas e parece sert tbm o do seu ex que te amou uma dia pra completar-se a si próprio e nao a vc. retiro nesse caso oque disse da outra fez de "fazer um tour". na minha opinião: não se sujeite mais, a não ser que vc esteja infinitamente preparado a fazer de tudo isso uma apenas brincadeira.

marco* disse...

no meu caso: namoro há quase dois anos e aprendo no dia a dia que não o quero APENAS por tudo que ele tem e que me agrada, mas porque me sinto infinitamente pleno simplesmente em fazê-lo feliz.

beijo! e pense nisso. as vezes não é só a questão de encontrar o seu próprio equilibrio, mas uma questão de estar rodeado de pessoas e de uma em especial que esteja preocupada de te dar esse equilibrio, tanto quanto vc.

ixi...acho que falei muito...

Eris disse...

um travesseiro em forma de abraço da Imaginarium melhora em algo?

bjo

SAM disse...

UON

Como já sofri com essas coisas - e sofro - não gosto de ver os outros na mesma condição.

Acho que se pudesse faria uma mágica nos meus amigos para fazer desaparecer de seus corações esse sofrimento!

HUNF

Beijo!

XD

Camila disse...

Ei... quanto tempo, meu bem! Pois é. Se apaixonar por alguém é complicado, né? Eu acabei de tirar meu coração do leilão. Achando que tinha o controle sobre tudo o que eu fazia, acabei fazendo besteira e me coloquei a prêmio, sabe? Quero isso mais não. Agora quero ficar quietinha, na minha. E aí, quando estava indo tudo muito bem, quando meu coração não tinha mais ninguém, eis que eu sonho com quem?! O ex! Merda! Solução: trabalho, trabalho, trabalho... Ai, ai...