sexta-feira, 11 de setembro de 2009

waiting for your call, baby night and day


Após ficar hoooooras olhando para o meu telefone esperando uma ligação, resolvi assistir um filme: “Ele não está tão a fim de você”.

O filme é bom e tem um elenco ótimo: Drew Barrymore, Jennifer Ansiton, Ben Afleck, Scarlett Johanson, entre outros. Dei muitas risadas e chorei (lógico), mas fiquei certo de que o cara não estava a fim de mim.

Aliás, tem uma cena muito engraçada: Drew conhece os caras pela internet (já vi isso antes hehehe) e desabafa:
- Antes era tudo mais fácil! Você tinha 1 telefone e 1 secretária eletrônica. Agora eu tenho que ficar conferindo meu scrapbook, celular, blackberry, Messenger, email, myspace, etc!


Ele não liga, não manda email, não manda mensagem offline pelo Messenger. Mas sabe como é, inventamos trocentas desculpas e justificativas porque, no fundo, não queremos admitir que fomos REJEITADOS.

Parece óbvio, né? Porém, ainda tinha aquele maldito último fio de esperança. Vi que precisava de uma dose mais forte de “prest’enção” e decidi comprar o livro que inspirou o filme: “Ele simplesmente não está a fim de você”.


O livro é simplesmente demais! Primeiro, porque é dividido em capítulos. Vejam os títulos (coloque um “Ele simplesmente não está a fim de você” no início de cada frase):

- se não a convida para sair
- se não telefona para você
- se não quer namorar com você
- se não faz sexo com você
- se faz sexo com outra pessoa
- se só quer vê-la quando está de porre
- se não quer casar com você
- se está te dando um pé na bunda
- se desapareceu sem dar sinal de vida
- se é casado (e outras variações loucas de indisponibilidade)
- se é um babaca egoísta, um brigão chato ou um doido de pedra

Partindo do pressuposto de que as mulheres e bees sãos teimosos, há um resumo: “Coisas que você deveria ter aprendido neste capítulo”. E sabe o que mais? EXERCÍCIOS uahhuahuahau

Ainda não terminei de lê-lo, mas agora tudo tem ficado mais claro. Não fico mais esperando alguém ligar, porque quando o cara tá a fim, ele corre atrás. Foda-se se a vida está uma bagunça, atolado de trabalho, problemas em casa, falta de grana, viaja a trabalho... se o cara achar que vc é "A" pessoa, não vai te deixar solto no mercado, certo? Essa é a mensagem do livro. E é verdade!

Acho que por ser gay, vivencio os dois mundos. Quando estou a fim, pego o carro e vou até outra cidade, mas quando prefiro ver os meus amigos a fazer programas com o cara, é sinal de que não estou a fim.


Atenção, este não é um post pago. Trata de um relato sobre o quanto tenho aprendido com esta leitura. Caso alguma editora se interesse que eu faça um review opinativo, entre em contato pelos comentários.

***

>>> Ruy, ahaza na Lu Patinadora! huahauua
>>> FOXX, pois é, e o peor: cozinheirA. Gentem, não sabia que esses perfis identificavam a aura da pessowa!
>>> SAM, saudades hipermega da senhora tb!!! Nunca mais te vi no msn... Bom, até o vagas.com sabe que sou prendada...só falta o boffe agora!
>>> Syn, Chris Evaaaaaaaaaaanssss me deixa TODABABADA
>>> Se, acho que ele me indicou essa vaga apenas pq na época eu queria trabalhar em hotelaria ou restaurante, mas não como cozinheiro! hehehe
>>> Anônimo, acho que a Tia tem direito de fazer músicas bobinhas pra fazer a gente "sijogaaar" na pista. A batida da versão original é bem da moderna e atual e a "bridge" me faz sorrir!

8 comentários:

Drico disse...

Realmente parece que eu preciso ler esse livro... pq sempre tem de haver pessoas q querem complicar não é?! Tão simples ser direto, objetivo... uma amiga até me disse uma coisa "ele poderia ter começado algo c vc apenas pelo momento.. achou vc interessante e tal.. mas sem querer compromisso e as coisas foram ficando sérias... aí deve estar c medo dos sentimentos"... Resumindo... se a pessoa realmente interessa, não existe nada de "fase complicada da vida" e nem "ando trabalhando demais"... tempo é a gnt que faz, por mais que não pareça dessa forma... E vamos viver a vida da melhor forma possível! Abração

paulete disse...

menino ainda não sabes que nós homens somos tooodos palhaços, sem uma única exceção? o negócio é não se preocupar demais...melhoras hehehe

Mauri Boffil disse...

Ah, esse livro é um clássico... deveriamos todos ler e aprender as arapucas e sinais dos homens nebulosos

Alysson-Syn disse...

Mamãe sempre me diz: "Meu filho, se vc fosse uma menina, seria muito fácil conversar sobre homens com vc... mas falar de homens e vc sendo homem é difícil, fico com medo de te ofender."... ADORO!

OBS: Preciso ler esse livro! *-*

Abração Venenoso!
(e não se assusta com o nome, ainda sou o Syn)

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Puxa, e qd lançou no cinema, eu não quis assistir, por achar que era mais uma comédia romântica bobinha, com medo de perder meu tempo, acho que agora eu vou alugá-lo, n que seja a gestalt do momento da minha vida, mas....é sempre bom aprender né...bom fim de semana.

Arsênico disse...

Homens são frios;
Mulheres emotivas;
Beeshas são super sensíveis...

entÓn quiridjo... está mais que normal...

mas que somos tão bobos... somos...

TuidÖ é questão de um restinho de esperança... maledÊta...

***

umBeijo!

Kacey disse...

Gostei tanto desse post que divulguei no twitter. (:

http://twitter.com/nathkacey

Beijos :*

Carol Rodrigues disse...

Olha, foi com esse filme que eu tbm tive o tal estalo! Ele me deu uma situada, sabe, né?
O filme é mara!
E o blog tbm, a começar pelo título.
Tô aqui revirando os posts e adorando =D

bjos