terça-feira, 11 de maio de 2010

emocionalmente (in) disponível

Eu sempre fui vítima dos relacionamentos. O pé na bunda, o cara da balada que não ligou no dia seguinte, o cara que me comeu e só me liga para fuder, etc etc etc.

Mas ouvindo uma música da Alanis, percebi que me tornei o cara do qual ela reclama e também dos quais eu reclamava: o emocionalmente indisponível.

Estou ficando. O menino é uma graça, gostoso, mas não consigo visualizar um futuro para nós. Gosto do presente, mas não vejo o que seria daqui a 5 anos, por exemplo. Sinto falta, mas não sinto saudade. Às vezes prefiro ir dormir do que ir na casa dele.

Se eu tivesse 23, até 25 anos, isso não seria problema. Adoro um carpe diem e carpe noitem. Mas quando nos aproximamos perigosamente dos 30, não quero mais ficar nessa irresponsabilidade de só viver o hoje. Não é questão de planos, mas quero construir algo com meu futuro namorado. Construir relacionamento, amor, e todos esses clichês.

E sou responsável sim pelo que cativo (O Pequeno Príncipe rulez). Não posso construir algo com alguém que não quero e depois acabar com tudo, desmoronar o castelo e acabar com o sentimento alheio....

Quer saber como eu me comporto? Ouça esta música:

Narcissus






querido filhinho da mamãe
eu sei que você teve sua bunda lambida por sua mãe
eu sei que você curtia toda a atenção que ela te dava
e todas as mulheres foram honradas com sua presença mais tarde

querido menino narcisista
eu sei que você nunca realmente se desculpou por alguma coisa
eu sei que você nunca foi realmente responsável
eu sei que você nunca ouviu realmente uma mulher

querido garoto exibido
eu sei que você não está realmente na resolução de um conflito
ou ver os dois lados da moeda
ou tendo uma conversa sem interrupções

e em qualquer conversa sobre saúde
e em qualquer conversa sobre relacionamento
e em qualquer conversa sobre resolver isso
basta pra você cair fora

por que por que eu tento amar você tento amar você
quando você realmente não quer quer

querido menino foda
você nunca realmente sofreu qualquer conseqüência
você nunca esteve com alguém por mais de 10 minutos
você nunca entenderia alguém que mostrasse resistência

querido menino popular
eu sei que você está acostumado a ter tudo facilmente
é um estranho no conceito de reciprocidade
as pessoas aprovam caras como você nesta sociedade

e em qualquer conversa sobre preocupar mais com os outros do que com você
e em qualquer conversa sobre melhorar isso
e em qualquer conversa sobre estar a serviço
faz você sair correndo pela porta

por que por que eu tento ajudar você
tento ajudar você quando você realmente não quer que eu o ajude

você volta para as mulheres que vão dançar a dança
você volta para os seus amigos que puxam seu saco
você volta ignorando o que sobrou de nós
você volta para o centro do seu universo

querido garoto egocêntrico
eu não sei por que ainda me sinto atrapida por você
eu nunca estive tanto tempo com alguém como você
eu nunca fiz apesar de ter que admitir que eu quis

querido menino atraente
você nunca esteve com alguém que não aceitasse suas merdas
você nunca esteve com alguém que se atravesse a chamar sua atenção
eu sei como você ficaria se alguém chamasse sua atenção

e em qualquer conversa sobre falta de boa vontade
e em qualquer conversa sobre entrar nessa com os dois pés
e em qualquer conversa sobre compromisso faz você sair correndo pela porta

***

>>> Arsênico, qdo vc vem pra sampa mesmo? hahahaha

>>> Rafa, mas isso faz parte do meu passado tenebroso

>>> SAM, ou vc nunca pegou um militar com 20x6cm, neam??? :P

5 comentários:

Natália disse...

Ai Venenoso me senti uma velha (psicologicamente)que fique claro, lendo o seu post. Eu, com meu 1/4 de século já n quero ficar por ficar, namorar por namorar, já faço planos, penso no futuro, penso em estabilidade emocional E financeira....Ai, será que eu tô passada?

۞ Sol disse...

Parece que estou vendo a descrição do pai da minha filha. E dói pra burro ver que a pessoa cagou pra dois anos vividos juntos. Você está certíssimo, amore...

Arsênico disse...

Sei bem o que você está sentindo! Mas ao contrário de você... ao invés de aproveitar a vida... fechei-me no meu casulo e estou esperando o alguém especial aparecer... mas não posso mais me dar a esse lusho! Estou beirando os 3.0... isso me causa desespero... as vezes até penso em desistir de uma vida a dois!!! Na maioria das vezes projeto meu futuro visualizando apenas o "EU"...

***

Que fuëgo é esse beesha? Beeshas Ativas estão em falta no mercado??? hahaha!

***

xD

Tali Godoy disse...

Saudade de passar pelo seu blog, dar risada das histórias e curtir os textos... mas ser proletariado e ter chefe que bloqueia a internet no escritório é o fim dos tempos...rsrs

Beijo

Rafa disse...

Caramba.. eu realmente não posso falar sobre este assunto.. nuvem negra sobre minha cabeça há um bom tempo. Sorte aí. Bj